ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE PATOLOGIA DUAL - APPD

 

Em novembro de 2020 a Associação Portuguesa de Patologia Dual – APPD, completa dez anos de vida. Ao longo destes 10 anos, a APPD organizou e participou em dezenas de eventos nacionais e internacionais com o objetivo de aprofundar e divulgar o conhecimento das complexidades ligadas à etiologia, fisiopatologia, diagnóstico, tratamento e reabilitação da doença aditiva e do doente dual, procurando melhorar a qualidade de vida das pessoas que sofrem destas patologias.

Consideramos que esta missão está cumprida. Em Portugal profissionais, doentes, famílias, técnicos e público conhecem hoje o conceito de Patologia Dual, bem como a mudança de paradigma que este conceito implica, ao assumir que as adições são doenças do cérebro, que devem ser tratadas de forma adequada e de acordo com as evidências científicas, combatendo o estigma associado aos conceitos e práticas do século passado.

Atualmente estamos a organizar o VIII CONGRESSO NACIONAL e I CONGRESSO TRANSFRONTEIRIÇO DE PATOLOGIA ADICTIVA E DUAL, contando com a prestimosa colaboração do Serviço de Psiquiatria da Unidade Local de Saúde de Castelo Branco e do Serviço de Psiquiatria do Centro Hospitalar Universitário de Salamanca. Este realizar-se-á em Castelo Branco, nos dias 16 a 18 de abril de 2020, com o tema Doente Adicto e Dual: olhar o interior. Com este evento propomo-nos a aprofundar o conhecimento das alterações cerebrais, psicológicas e sociais relacionados com o desenvolvimento da doença adictiva e dual, procurando entender o doente “pelo seu interior”. Mas, procuramos também entender e refletir como se abordam e tratam estes doentes no interior de Portugal e Espanha, as dificuldades, recursos e práticas, analisando o que se faz, como se faz e como se poderá fazer, para melhorar a evolução, prognóstico e qualidade de vida dos doentes que habitam no interior, tantas vezes esquecidos.

Em nome da APPD gostaria de agradecer ao Dr. José Carvalhinho, presidente do congresso e diretor do Serviço de Psiquiatria da Unidade Local de Saúde de Castelo Branco e ao Dr. Carlos Roncero, vice presidente do congresso e director Serviço de Psiquiatria do Centro Hospitalar Universitário de Salamanca, a disponibilidade para colaborar connosco, na organização deste evento. Para a equipa multidisciplinar do Serviço de Psiquiatria da Unidade Local de Saúde de Castelo Branco, disponível e entusiasta desde o primeiro momento para a organização deste congresso o nosso muito obrigada. Contamos com a presença de todos, contribuindo com os diferentes saberes e opiniões, por forma a enriquecer a forma como enfrentamos os novos desafios.

Poderão encontrar todas as informações, brevemente, no site www.congressopatologiadual.com.

Até dia 16 de abril de 2020, em Castelo Branco. 

 

A Presidente da Direção da APPD

 

Célia Franco